Bolo de Chocolate

Não sou menina de fazer bolos, aliás semprei achei um tédio fazer bolos, só gosto de os comer, verdade seja dita!! Mas tinha ovos que iam estragar e o que posso fazer com ovos?! Lembrei vou fazer um bolo que acompanhado de chá vai saber-me muito bem.

E assim fiz! Procurei uma receita na net (coisa simples) e rápida.

Preparação

Colocar todos os ingredientes no liquidificador (ou batedeira) e misturar bem.
Levar a cozer numa forma untada com margarina e polvilhada com farinha, em forno médio (170º) cerca de 45 minutos.

bolo de chocolate

Ingredientes

  • Ovos 4
  • Açúcar 2 Chávenas de chá
  • Farinha 2 Chávenas de chá
  • Óleo 1 Chávena de chá
  • Leite Chávena de chá
  • Chocolate em pó 1 Chávena de chá
  • Fermento em pó 1 Colher de sobremesa

Para o primeiro bolo não me sai muito mal.

Two:su.shi

Para mim dos melhores restaurantes de sushi que conheço.

Se há imagens que valem por mil palavras,  esta foto é uma delas…

image

Já estou em modo “babando” por repetir este sushi.

Não é dos mais económicos … Mas a relação preço/qualidade vale a pena.

Se não estou em erro pagamos 17€ pelo festival e podemos repetir, embora demora sempre um pouco e vem só as peças que pedimos. 

Antes do sushi servem crepes de legumes e um de camarão… De ficar deliciado!!
E sem falar da sangria de frutos vermelhos que é maravilhosa..

Castanhas assadas

E porque estamos na época das castanhas e sabem muito bem quentinhas, este post é dedicado aos frutos secos: a castanha.

São de fácil preparação, a castanha pode ser assada de várias formas: seja no forno, num assador de barro ou metal ou colocando-as nas brasas de uma fogueira. Aprenda  como preparar castanhas para os dias frios que se aproximam.

Preparação

Faça um corte na horizontal nas castanhas, para evitar que, com o calor, o interior da castanha expluda e para facilitar a sua cozedura.

Coloque-as num recipiente ou tabuleiro, coloque bastante sal grosso e

Receita

Frigideira

Uma maneira rápida de assar as castanhas é com uma frigideira. Coloque as castanhas na superfície da frigideira, deixando algum espaço entre elas. Coloque mais sal grosso, se necessário.

A chama deve estar a um nível médio. De forma a que tostem e não queimem, com a ajuda de uma pinça, deve ir voltando as castanhas conformem vão ficando tostadas.

As castanhas estarão prontas uma vez que estas tenham uma cor amarela intensa e a casca esteja, ligeiramente, queimada em algumas zonas. Normalmente, demora cerca de 10 a 15 minutos.

Depois, retire-as da frigideira e coloque-as num prato. Sem as deixar arrefecer, retire a casca e a pele.

Assadeira ou forno

A maneira mais tradicional de as preparar é através das assadeiras (barro ou metal). Se não tiver assadeira, pode sempre usar o forno.

Uma vez que as castanhas estão preparadas (corte), borrife-as, ligeiramente, com água e tempere com sal grosso. Como opção, pode juntar folhas de alecrim (previamente separado ramo).

Se optar pela assadeira, coloque as castanhas na assadeira e coloque-a em cima de brasas de uma fogueira (grelhador ou lareira). Agite de vez em quando.

Se optar pelo forno, pré-aqueça a uma temperatura de 180º C. Depois, coloque as castanhas durante cerca de 40 minutos.

Acompanhe as castanhas com um cálice de jeropiga, água-pé, moscatel ou vinho tinto.

Como calcular a quantidade de massa por pessoa

esparguete_0

Confesso que sempre que faço massa, as porções são feitas a olho e as vezes tenho massa para três dias, o que nem sempre é o que queremos. Hoje trago uma dica para sabermos calcular a quantidade de massa por pessoa.

“Nem sempre é fácil encontrar a porção exata quando confecionamos massas. Há, contudo, alguns passos que podemos seguir para facilitar a tarefa.

Um método para calcular a quantidade de massa, por pessoa, é através do peso/tipo de massa. Deve, neste caso, ter disponível uma balança de cozinha. Para uma massa com recheio (por exemplo o ravioli) entre 175 g a 200 g/pessoa. Já massas frescas (ex. nhoque), entre 115 g a 150 g/pessoa. Finalmente, as massas secas(esparguete, penne, laços, etc.) pode estimar entre 75 g e 115 g/pessoa;

  • Pode, ainda, encontrar um valor médio para a massa seca. Um pacote de 500 g produz cinco doses de 100 g. Pode reduzir a quantidade se, por exemplo, utilizar um molho espesso;
  • Um outro método, consiste em verter a massa que vai a cozimento no prato que irá ser servido. Nesse caso deverá considerar o crescimento da massa durante a confeção e a adição de outros ingredientes – carnes, cogumelos, molhos, legumes, etc.;

  • Finalmente, tratando-se de massas longas, como o esparguete, pode utilizar um medidor de massas. Este apresenta buracos com as quantidades em função do número de pessoas que vão consumir o prato.”

Fonte: Sapo Sabores

Salame de Nutella

salame de nutella

Foto: Ormuzd Alves

Ingredientes

. 2 pacotes de bolacha maria
. 40 g de avelãs tostadas e picadas
. 2 potes de Nutella® (400 g)
. 3 colheres (sopa) de cacau em pó

Modo de preparo

  1. No liquidificador, triture as bolachas.

  2. Num recipiente, misture as bolachas triturado, a avelã e a Nutella® até formar uma massa homogênea.

  3. Coloque a massa sobre papel-manteiga e trabalhe a massa até dar forma de salame, salpicando de vez em quando o cacau.

  4. Embrulhe o salame com papel vegetal e leve ao frigorifíco durante 4 horas ou até ficar rijo. Sirva o salame cortado às fatias.

Ya Geer

image

Ya Geer o sabor do Japão…

Aqui fica um dos meus vícios o sushi. De vez em quando vou ao yageer que fica em Matosinhos na avenida meneres n.  372

E para quem quiser delivery existe uma página no Facebook Sushi Low Cost Delivery.

Uma boa opção para aqueles dias que nos apetece sushi a um bom preço com qualidade.

Chocolateria das Flores

Num dos domingos a passear pela Baixa de caminho a Ribeira, cruzei com a chocolateria das flores. E tivemos que fazer a chamada “gordisse.

Pedimos um Brownie e tarte de lima, a verdadeira tentação para quem passa na Rua das Flores, no Porto.

 

collage_20140727191934164_20140727191949565

“Chocolate com vinho do Porto é uma das combinações irresistíveis que podemos encontrar na Chocolataria das Flores.”

“Espaço acolhedor e cuidado, com uma decoração contemporânea onde prodeminam os tons de branco, com alguns apontamentos de negro, fazendo-se notar uma evidente atenção aos pormenores, confecionam-se chocolates e biscoitos de forma artesanal. Para não falar das compotas, geleias, doces e marmelada, tudo feito pela dona, sempre fresco, sem corantes nem conservantes.

Na vitrine e nas prateleiras alinham-se delícias de chocolate que nos tentam, pelo seu aspecto simultaneamente tradicional e inovador, com recheios de framboesa, caramelo, noz, lima ou alfazema. Para lá de loja, a Chocolataria das Flores é também cafetaria, com fatias de bolos caseiros, brownies, queques, torradas em pão de Mafra, acompanhados de um chá ou chocolate quente, bem como refeições ligeiras à base de quiches, bola de carne, folhados, cachorros, entre outros.”

Fonte: Oportocool